Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:0538534c-1909-4af6-a52c-83bc087129ef


Mundo ► Fenómenos Naturais

Trajetória prevista para o Furacão Irma (Imagem: Weather Underground)
08-09-2017 10:15
Caraíbas
Milhões de pessoas podem vir a ser afetadas pelo furacão Irma

O Furacão Irma já afetou mais de um milhão de pessoas nas Caraíbas, no entanto, a Cruz Vermelha alerta que o balanço pode rapidamente subir para os 26 milhões.

 

O número de vítimas mortais nas Caraíbas subiu para 14 devido à passagem do Irma. Na República Dominicana, mais de 19 mil pessoas foram retiradas das suas casas e, no Haiti, um país pobre que ainda está a recuperar do devastador sismo de 2010, o furacão causou grandes estragos e cheias.

 

Na madrugada desta sexta-feira, o furacão Irma chegou às Ilhas Turcas e Caicos e prevê-se que continue a mover-se para norte em direção às Bahamas e deverá atingir ainda hoje Cuba, onde milhares de turistas instalados em resorts costeiros na parte mais exposta da ilha já foram retirados. Entretanto o Irma passou a furacão de grau 4, e no domingo deverá chegar à cidade de Miami no estado norte-americano da Florida. Apesar de os ventos terem moderado ligeiramente, soprando agora a 270 km/h, cerca de 500 mil pessoas já foram aconselhadas a abandonar as suas casas no sul da Florida antes da chegada do furacão. As estradas e aeroportos do estado estão atolados com milhares de pessoas em fuga das áreas em risco que já foram evacuadas, havendo muitos turistas presos na região por causa da suspensão de voos de e para a Florida. Esta manhã, o aeroporto internacional de Orlando anunciou que, a partir das 17h locais de sábado (21h nos Açores), todos os voos comerciais vão deixar de descolar.

 

Um dos receios levantados com a passagem do Irma é a disseminação rápida de doenças em áreas onde os serviços de saneamento e a distribuição de água potável ficaram destruídos, com as autoridades dos vários arquipélagos a avisarem que o balanço de mortos deverá ser superior à contagem oficial.

 

O Reino Unido, França e Holanda já enviaram navios, equipas de resgate e ajuda de emergência para os seus territórios já atingidos pelo Irma. Contudo, o facto dos aeroportos e portos terem ficado parcialmente destruídos está a dificultar as operações no terreno.

 

A pequena ilha de Barbuda, a primeira a ser tocada pelo furacão, está praticamente inabitável, com 95% dos edifícios danificados à passagem do furacão e pelo menos um morto confirmado. O primeiro-ministro, Gaston Browne, estima que a reconstrução deverá custar 100 milhões de dólares (82,8 milhões de euros). Na ilha de São Martinho, que integra o território francês de St. Martin e a secção holandesa de Sint-Maarteen nas Antilhas, as autoridades já confirmaram cinco mortos. Em Porto Rico, um território insular dos Estados Unidos da América (E.U.A.), mais de seis mil residentes foram retirados para abrigos e grande parte do território está sem eletricidade; pelo menos três pessoas morreram à passagem do Irma nessa ilha, com outras quatro mortes confirmadas nas Ilhas Virgens dos E.U.A., cujas infraestruturas sofreram danos generalizados. Em Anguilla, território britânico ultramarino das Caraíbas, um residente diz que a ilha parece ter sido atingida por uma bomba atómica, havendo pelo menos um morto confirmado. Nas Ilhas Virgens britânicas foi declarado estado de emergência, antecipando-se um elevado balanço de vítimas.



Fontes


Expresso
TVI24
RTP

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:0538534c-1909-4af6-a52c-83bc087129ef
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.