Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/publicacoes. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/publicacoes. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:04e6eb14-7bc3-4814-a3ff-6504d112aa05


Painéis ► em encontros internacionais

 

Referência Bibliográfica


PIMENTEL, A., SPARKS, R.S.J., PACHECO, J.M. (2005) - Dinâmica de instalação de escoadas lávicas traquíticas (s.l.): aplicação à ilha Terceira, Açores. 4º Simpósio de Meteorologia e Geofísica da APMG, 6º Encontro Luso-Espanhol de Meteorologia, Sesimbra, 14 - 17 de Fevereiro (Poster).​

Resumo


A morfologia das escoadas lávicas encontra-se fortemente associada à sua dinâmica de instalação. As dimensões das escoadas lávicas são controladas por múltiplos de factores, tais como, a reologia da lava, a taxa de efusão e as características da superfície de fluxo. Este trabalho tem como objectivo o desenvolvimento de um modelo simples que permita determinar a gama de comprimentos que as escoadas lávicas traquíticas s.l. podem alcançar. O modelo tem em consideração o efeito dos diferentes factores durante o processo de instalação das escoadas lávicas. Assumiu-se que a taxa de efusão segue um decréscimo exponencial com o tempo, tal como é esperado para uma câmara magmática pressurizada. O modelo considera também que o aumento da viscosidade aparente da lava com a distância e o tempo segue uma relação de potência. O efeito do declive da superfície de fluxo e das propriedades físico-químicas da lava são dados pela equação de Jeffreys. O modelo foi aplicado a escoadas lávicas traquíticas da ilha Terceira, Açores, tendo-se verificado uma boa correlação entre a gama de comprimentos estimados e os observados nas escoadas. Estes resultados demonstraram que o modelo permite determinar o comprimento das escoadas lávicas traquíticas s.l. de um modo simples mas eficaz.

Observações


Anexos