Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:864b058b-e142-416f-bee3-a92ffc097f04


Mundo ► Fenómenos Naturais

Fonte de lava na fissura 8 (Foto: AFP/Getty Images in Expresso.co)
01-06-2018 17:00
Havai
Quatro semanas da erupção fissural no Kilauea

Continua há quatro semanas, e sem fim à vista, a erupção fissural em Leilani Estates e em Lanipuna, na zona do Rift Este do vulcão Kilauea. 

 
Segundo o comunicado do Observatório Vulcanológico do Havai (HVO), a fissura 8, a mais ativa neste momento, continua a produzir fontes de lava persistentes, que atingem alturas da ordem dos 100 metros, enquanto um cone de spatter, com já aproximadamente 30 metros, se forma na direção do vento. Estas fontes de lava alimentam um grande fluxo de lava que avança para norte, em direção a Leilani Estates, e para nordeste ao longo da autoestrada 132, ocorrendo alguns transbordos do canal ao longo da sua extensão. Cabelos de Pelé e outros produtos, como vidros vulcânicos leves, provenientes da fonte de lava da fissura 8, estão a cair a favor do vento e a acumular-se em Leilani Estates. Sendo partículas mais leves, o vento consegue transportá-las a maiores distâncias. Por isso, os residentes são aconselhados a minimizar a exposição a essas partículas vulcânicas que, à semelhança das cinzas vulcânicas, podem causar irritação da pele e dos olhos.

 
De acordo com o United-States Geological Survey (USGS), os fluxos de lava da fissura 8 avançam a uma velocidade de cerca de 90 metros por hora. Segundo a mesma fonte, esta trata-se da lava mais quente resultante desta erupção, comparando-a com as temperaturas do manto, e afirmando ser quase impossível registarem temperaturas mais altas. 

 
O fluxo da fissura 18, que avançou sobre a autoestrada 137 já estagnou e a fissura 22 está fracamente ativa, pelo que a lava concentra-se ao redor da abertura. As emissões de gases vulcânicos continuam muito altas nas zonas das fissuras eruptivas.

 
Relativamente à erupção no topo do Kilauea, continuam as emissões de cinzas na cratera de Halema’uma’u. O HVO/USGS informa que é provável que ocorram novos eventos explosivos com produção de cinzas que poderão cair em locais localizados a favor do vento. As emissões de gases vulcânicos continuam elevadas. A atividade sísmica naquela zona continua também elevada, no entanto tratam-se de sismos de baixa magnitude.

 
Continuam também as evacuações das comunidades havaianas. As autoridades já ordenaram a evacuação obrigatória de uma faixa de 17 quarteirões de Leilani Estates, abrangendo uma área ligeiramente maior do que a que já estava sob evacuação voluntária. Estima-se que o número total de evacuados tenha aumentado para 2500, após os moradores da área de Kapoho terem sido também evacuados por precaução na passada quarta-feira.

 
Mais de 300 pessoas estão atualmente em abrigos de emergência. As autoridades renovaram na quarta-feira passada, uma declaração de emergência por mais 60 dias, permitindo a construção de abrigos temporários e outros projetos de ajuda humanitária de forma expedita, sem revisões e autorizações normalmente necessárias. 
​​​


Fontes


HVO/USGS
Expresso.co
CNN

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:864b058b-e142-416f-bee3-a92ffc097f04
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.