Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:2b9acfda-c062-4d90-821f-df56d694c49c


Mundo ► Fenómenos Naturais

Escoadas lávicas destroem sede do Parque Natural do Fogo (Foto: A Semana)
30-11-2014 15:20
Cabo Verde
Escoada lávica destrói sede do Parque Natural do Vulcão do Fogo

Na madrugada de domingo, dia 30 de Novembro, a erupção vulcânica que se iniciou no passado dia 23 de Novembro no Vulcão do Fogo voltou a intensificar-se. O ramo de escoada lávica que se dirige para a Portela, que se encontrava praticamente estagnado há cerca de 48 horas, voltou a ser alimentado e recomeçou a avançar a uma velocidade de 20 m/h, numa extensão de 100 a 150 metros de largura, em direcção à sede do Parque Natural, destruindo-a por completo por volta das 09:00. Segundo Jair Rodrigues, da Protecção Civil, se as lavas continuarem com a mesma velocidade poderão, por volta das 17:00, atingir as primeiras casas que se encontram do lado esquerdo de Portela. Também poderão destruir a adega de vinho e a Pousada Pedra Brabo que se encontram a menos de 200 metros.
 
Este avanço das escoadas lávicas deveu-se a uma variação no estilo eruptivo, passando de estromboliano a havaiano, de acordo com o geólogo português Ricardo Ramalho da Universidade de Bristol (Reino Unido); a explosividade diminuiu e passou a dar-se essencialmente a emissão de escoadas lávicas.
 
Em declarações à Inforpress, a investigadora Sónia Silva da Universidade de Cabo Verde informou que se registou de ontem para hoje um aumento na emissão de SO2, passando de 8 mil ton/dia para 11 mil ton/dia, o que pode indicar um agravamento da situação eruptiva.
 
A Protecção Civil informa que a evacuação da população de Chã das Caldeiras já se encontra concluída, permanecendo no local as Forças Armadas, os Serviços de Protecção Civil e as equipas de especialistas que estão a acompanhar a erupção, integrada por cabo-verdianos, espanhóis, ingleses e portugueses. No entanto, notícias de última hora informam de que é necessário proceder à evacuação total, dado que a via alternativa do lado sul, junto à entrada principal para Chã das Caldeiras, pode ficar totalmente cortada dentro de 30 minutos a 1 hora, devido ao avanço das lavas.
 
Esta erupção já provocou muita destruição, sendo que as lavas já cobriram mais de 400 hectares de terreno (área correspondente a cerca de 400 campos de futebol), 26 dos quais terreno fértil para agricultura. Destruiu também 15 habitações, 14 cisternas familiares, a estrada principal e a via alternativa, um furo de prospecção de água para abastecimento, entre outros prejuízos contabilizados.
 

Os investigadores do CVARG/CIVISA, Jeremias Cabral e Vera Alfama, naturais de Cabo Verde, encontram-se na ilha do Fogo para acompanhar a erupção, integrando as equipas da Protecção Civil e da Universidade de Cabo Verde. O CVARG/CIVISA encontra-se a acompanhar o desenvolvimento da actividade eruptiva.​​



Fontes


Fogo News
Inforpress
RTC

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:2b9acfda-c062-4d90-821f-df56d694c49c
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.