Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:3f92bc51-58a0-4075-8043-e67d4da451c1


Mundo ► Fenómenos Naturais

Escoada lávica a destruir infra-estruturas em Bangaeira (Foto: Fogo News)
09-12-2014 11:15
Cabo Verde
Lava progride em direcção a Fernão Gomes

Depois de no dia 7 de Dezembro terem destruído, em apenas seis horas, o que restava de Portela e toda a localidade de Bangaeira, as escoadas lávicas formadas no dia 04 de Dezembro pelo Vulcão do Fogo continuam a avançar a uma velocidade de 10 m/min, numa frente de 300 metros, em direcção a Fernão Gomes, um casal desabitado do concelho de Mosteiros que serve de apoio a agricultores e pastores. As últimas informações indicam que a lava está 500 metros mais à frente da última casa de Bangaeira e a uma distância de cerca de 3 km de Fernão Gomes. As escoadas lávicas ameaçam ainda o perímetro florestal de Monte Velha que ocupa uma área de 900 hectares, e é coberta por espécies como acácia molíssima, eucaliptos, plantas endémicas e uma grande quantidade de pasto.

 

Segundo Aleida Monteiro, do Gabinete de Comunicação do Governo de Cabo Verde, a avaliação preliminar efectuada pelos técnicos da Proteção Civil revela que a frente de lava com 300 metros de largura, após ultrapassar Bangaeira, dividiu-se em dois ramos mais estreitos e com velocidade mais reduzida. A assessora cabo-verdiana adiantou ainda que algumas habitações localizadas na parte mais alta de Bangaeira não foram destruídas.

 

As autoridades temem agora que, dada à inclinação do terreno, a lava aumente de velocidade pondo em risco algumas localidades como Tinteira (concelho de Santa Catarina), Relva, Achada Grande e outras localidades mais próximas no concelho dos Mosteiros. A geóloga Sónia Silva da Universidade de Cabo Verde explica que, neste momento não é possível prever quanto à possibilidade das lavas atingirem Monte Velha, ou então localidades como Tinteira, Relva, Achada Grande e Corvo, situadas no nordeste da ilha. Adianta ainda que, de momento, as lavas ainda se encontram dentro da Chã das Caldeiras, a uma distância considerável de Fernão Gomes. A vulcanóloga considera que o mais importante é ter um plano de emergência, de modo a que se houver uma situação mais preocupante do avanço das lavas seja possível socorrer as populações atempadamente.

 

O Primeiro Ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, confirmou que o agravar da situação do Vulcão do Fogo poderá obrigar a novas evacuações de outras localidades, aumentando o número de desalojados.

 

A parte central do planalto de Chã das Caldeiras está praticamente coberta de lava, que, em alguns pontos, atinge os oito metros de espessura. A única estrada de acesso a Portela e Bangaeira está obstruída. A monitorização da actividade eruptiva mantém-se pelas equipas que se encontram no terreno. O Governo cabo-verdiano decretou interdição total a Chã das Caldeiras.

 

Os investigadores do CVARG/CIVISA, Jeremias Cabral e Vera Alfama, naturais de Cabo Verde, encontram-se na ilha do Fogo para acompanhar a erupção, integrando as equipas da Protecção Civil e da Universidade de Cabo Verde. O CVARG/CIVISA encontra-se a acompanhar o desenvolvimento da actividade eruptiva.



Fontes


Fogo News
RTC
Expresso das Ilhas
A Sema
A Nação

Informação Relacionada


Imagens Adicionais


Anexos



Notícias Relacionadas


Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.
Não é possível visualizar esta Peça Web. Para resolver o problema, abra esta página Web num editor de HTML compatível com o Microsoft SharePoint Foundation como, por exemplo, o Microsoft SharePoint Designer. Se o problema persistir, contacte o administrador do servidor Web.


ID de Correlação:3f92bc51-58a0-4075-8043-e67d4da451c1
Error in WebPart: A aplicação Web não foi encontrada em http://cvarg.azores.gov.pt/noticias. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.Click here to edit the properties of this web part.